Trinta técnicos do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) estão reunidos no Centro de Desenvolvimento Rural Centro Serrano, em Domingos Martins, para um treinamento que faz parte das ações do Programa Capixaba de Bovinocultura Sustentável, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag) e pelo Incaper.

A capacitação teve início, na quinta-feira (16), e prosseguem até este sábado (18). Esta etapa da capacitação conta com a parceria da Cooperativa de Laticínios Selita. O gerente de produção animal da Seag, Anderson Baptista, contou que o treinamento é voltado para o uso de uma nova tecnologia no sistema produtivo. “Uma das áreas de treinamento é a do uso da Gestão Informatizada de Sistemas de Produção de Leite (Gisleite), um software gratuito desenvolvido pela Embrapa que será utilizado pelo Incaper em sua extensão rural. O treinamento vai ensinar os técnicos a utilizarem este programa”, contou Anderson Baptista.

Esta etapa será ministrada pelos professores Cláudio Napolis Costa e Sérgio Rustichelli Teixeira, pesquisadores da Embrapa Gado de Leite.

Há também a capacitação do Programa de Melhoria da Qualidade Genética do Rebanho Bovino Brasileiro, o Pró-Genética, ministrada pelo zootecnista da Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ), Roberto Winkler, a fim de treinar os técnicos para organizarem as quatro Feiras de Touros Pró-Genética do Espírito Santo previstas para serem realizadas neste ano.

Além disso, também há o treinamento sobre o uso racional da água de irrigação na pecuária bovina, ministrada pelo professor Gustavo Haddad Souza Vieira, do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) de Santa Teresa, com o objetivo de dar nivelamento aos técnicos quanto ao uso da água.

Programa Capixaba de Bovinocultura

O programa surgiu após diálogos com produtores rurais, representantes de cooperativas, sindicatos rurais, indústrias de laticínios, associações, frigoríficos e demais elos da cadeia produtiva da carne e do leite. A demanda surgiu nas reuniões e oficinas de trabalho do Plano Estratégico de Desenvolvimento da Agricultura Capixaba (Pedeag 3), quando foram discutidas formas de como alavancar a pecuária bovina capixaba.

A expectativa é que o Programa Capixaba de Bovinocultura Sustentável facilite o acesso dos pecuaristas às tecnologias de produção e de gestão, ampliando seus conhecimentos. Além disso, pretende-se estimular a diversificação das atividades econômicas do meio rural e a recuperação de áreas degradadas e, principalmente, proporcionar o aumento da renda dos produtores rurais e de suas famílias, além da geração de empregos no campo.

Foto: Divulgação
loading...

Participe e comente